domingo, 17 de Fevereiro de 2008

Abóbora-porqueira

Ora então o que se faz com uma abóbora-porqueira? No caso, uma com cerca de 8kg?

Primeiro corta-se em pedaços e descasca-se, pois então. A partir daqui muitas hipóteses se nos oferecem. Com cerca de 3,5kg desfiei a polpa da zona fibrosa e cortei em palitos a restante.

Depois juntei um pouco menos de 2kg de açúcar e envolvi. Esta é a base do doce de abóbora, tal como a avó o fazia. Quase instantaneamente o açúcar começa a extrair líquido da abóbora, formando-se uma calda bastante doce. Com 10cl desta calda, mais 10cl de vodka e muito gelo picado criei a minha Aboborowska. Estava 5 estrelas.

Separei de seguida mais 500g de abóbora cortada em cubos pequenos para uma sopa que levou também:

2 batatas grandes
1 cenoura grande
1 cebola média
2 dentes de alho
1 iogurte natural
1 folha de louro
1 dl de azeite
Sal, pimenta e paprika q.b.

Pica-se a cebola e os dentes de alho e refoga-se ligeiramente no azeite. Junta-se os legumes (abóbora, batata e cenoura) picados em cubos pequenos, meio copo de água e a folha de louro. Tapa-se a panela e mexe-se de tempos a tempos. Quando os legumes começam a ficar cozinhados junta-se mais água (aqui tem de ser a olho) e deixa-se ferver cerca de 10 minutos. Retira-se a folha de louro, tritura-se tudo e ajusta-se a espessura do creme com água se necessário. Deixa-se ferver novamente, após o que se apaga o lume, juntando de imediato o iogurte, triturando novamente mais um pouco para integrar bem o iogurte.

Não satisfeito ainda, resolvi fazer também o Doce da Avó.

250g de abóbora cortada em cubos
5cl de água
5dl de leite
1 casca de laranja
2 colheres de sopa de farinha Maizena
6 colheres de sopa de açúcar
Canela q.b.

Coloca-se a abóbora numa panela pequena, junta-se 5cl de água e leva-se ao lume. Quando a abóbora estava cozinhada junta-se cerca de 3dl de leite, a casca da laranja e deixa-se ferver, mexendo bem de modo a desfazer os pedaços da abóbora. De seguida junta-se mais 2dl de leite onde se dissolveu previamente as 2 colheres de sopa de farinha Maizena. Junta-se o açúcar e deixa-se ferver até engrossar. Depois é só retirar a casca da laranja, deitar numa travessa e polvilhar com canela.

Para o doce de abóbora.

3,5 kg de abóbora-porqueira desfiada
1,8kg de açúcar
3 cascas de laranja
3 paus de canela
500g de amêndoas cortadas em pedaços pequenos

Junta-se a abóbora e o açúcar, envolve-se e deixa-se repousar durante pelo menos 8 horas. Passado este tempo leva-se ao lume numa panela, com a casca das laranjas e os paus de canela. Deixa-se ferver em lume brando, mexendo muito ligeiramente para não desfazer muito os pedaços de abóbora. Quando o doce está no ponto desejado, apaga-se o lume, retira-se a casca das laranjas e os paus de canela e junta-se a amêndoa.

Resumindo

1 abóbora-porqueira =
Aboboroska +
Sopa de Abóbora +
Doce da Avó +
Doce de Abóbora

7 comentários:

Ana disse...

Fiquei cansadao só de ler! :-)

Crama disse...

É Ana, realmente deu um pouco de trabalho, mas também, com o tempo que fez ontem, e já que era para ficar em casa... pelo menos deu para entreter.

Mãe disse...

É só uma retificação, o doce não é da avó mas sim do avô Zé Pinto, ele é que lhe ensinou. Após a morte da avó Mª José, ele foi fazer o luto para a casa das freiras e foi lá que aprendeu, pois segundo consta ele metia-se na cozinha e ver e a dar dicas.
A mãezinha

Blue Sky disse...

fiz um refresco com o líquido da abóbora e pinguei gotas de limão.... Ficou ótima....
Obrigada pela sugestão.
http://www.flickr.com/photos/nogps/2310956760/

Crama disse...

Olá Blue Sky! Bem-vinda à Praceta!
O limão deve ter ficado muito bem ajudando a "cortar" o doce. Hei-de experimentar.
Obrigado pela visita e pela referência.
Volte sempre.

sianna disse...

olá crama! achei as receitas muito interessantes, hei de experimentar. já agora, sabes o que fazer com uma abobora gila (chila) de 6 kg? para além do doce que já não o posso ver...
thanks!

Crama disse...

Olá Sianna, bem-vinda à Praceta!
Realmente, tudo o que me vem à cabeça que leve gila é com esta sob a forma de doce - bolo de noz e gila, bolo cigano, azevias, tarte...
Mas nem de propósito, em conversa recente com uma amiga, fiquei a saber que se pode fazer uma espécie de "pasteis de bacalhau da horta" que levam a dita cuja em vez de bacalhau. Hei-de investigar.
Volta sempre!